Notícias de JOVENS LIVRES

Quanto tempo leva a recuperação de um dependente químico

30/05/2021

Vamos lá entender o quanto tempo leva a recuperação de um dependente químico, esta dúvida é frequente entre familiares e seus dependentes de drogas ou até mesmo do alcoolismo te ajudaremos a entender o que se deve levar em consideração.

 

Fale agora Whatsapp: (0800)444-4404

Todos os tratamentos de um dependente químico e alcoólatras se iniciam com um período chamado de desintoxicação, em que o paciente para completamente de utilizar qualquer substância que vinha ingerindo. Nesse período, que dura cerca de 15 dias, todos os sintomas físicos da dependência serão eliminados.

Ocorre que o maior problema é tratar a dependência psicológica – ela é que fará com que possam haver recaídas no meio do caminho.

Por isso, o importante é que os programas de tratamento envolvem o diagnóstico de qualquer doença mental ou transtorno psicológico que possa levar o indivíduo ao abuso dessas substâncias.

Muitos fatores determinam o tempo em que o paciente precisará ficar internado em tratamento para uma recuperação plena:

Tipos de droga em que está viciado: alguns tipos de droga precisam de maior tempo para desintoxicar que outros. Substâncias como o crack são realmente muito difíceis e demandam maior tempo.

Tempo de uso e frequência: o tempo e a frequência com que o paciente vem fazendo uso das substâncias também afeta o tempo do tratamento.

Publicidade:

 

Algumas pessoas estão viciadas há muito tempo e além das alterações químicas e físicas que isso provoca, ainda há as consequências sociais e comportamentais.

Estado de saúde: alguns pacientes precisam ficar na clínica não apenas em virtude da desintoxicação, mas por apresentarem doenças, que precisam ser tratadas, ligadas ou não ao uso de drogas.

Resposta ao tratamento: a resposta ao tratamento varia de um paciente para outro. Alguns têm resposta mais rápida e o biótipo, idade, condições de saúde e motivação são alguns dos fatores que influenciam no tempo de resposta do paciente ao tratamento.

Colaboração e motivação do paciente: alguns pacientes chegam às clínicas jovens livres muito debilitados e emocionalmente frágeis. Eles têm menor motivação para o tratamento e precisam de tempo para adquirir confiança e se interessar pelo tratamento.

Casos como problemas de ansiedade ou depressão, por exemplo, são causas muito comuns da dependência.

Grande parte dos programas de internação dura 30, 60, 90 e 120 dias; entretanto, nos casos mais graves, eles podem chegar a durar mais que isso. Se o paciente escolher um acompanhamento à distância, o tempo pode ser maior ainda.

Há que se ter em mente, entretanto, que, quanto maior a duração do tratamento, menor o risco de recaídas acontecem após a alta. Após esse período, o paciente estará liberado para retornar ao convívio em sociedade.

dependência química e o alcoolismo são uma doença que necessita de bastante atenção, fazendo que seja muito importante que os usuários tenham apoio de profissionais especializados para a sua recuperação.

Para uma recuperação eficaz, o tempo de internação mínimo é de 180 dias, que irá depender das características pessoais de cada dependente e sua evolução a cada uma das etapas do tratamento.

 

Como se dá o processo de desintoxicação de drogas?

 

Em primeiro lugar, é importante saber: quanto maior for o grau de dependência de um indivíduo, mais ele necessitará de ajuda médica especializada para combater seu vício.

Algumas pessoas até conseguem abandonar a dependência química por conta própria, mas, como você viu no tópico anterior, esse é um procedimento bastante arriscado, tanto por conta dos efeitos colaterais da abstinência – inclusive risco de morte -, quanto pelo risco do indivíduo voltar a consumir essas substâncias de forma ainda mais intensa.

O processo de desintoxicação leva tempo, podendo se desenrolar por meses ou até anos. A internação do indivíduo pode ser recomendada durante algum período, para ministrar corretamente os medicamentos necessários e evitar os fatores que levam o paciente ao abuso de drogas.

Esse procedimento é conduzido por um profissional ou equipe médica, que ministra a substância química para o dependente de forma controlada, reduzindo gradualmente as doses até a total limpeza do organismo.

Entretanto, é fundamental que ele participe, pelo menos por algum tempo, de algum programa de manutenção, já que ele voltará a lidar com frustrações diariamente, e, por isso, alguma ajuda, de início, é fundamental, até que ele consiga sozinho lidar com os problemas do cotidiano.

Se você quiser saber mais detalhes sobre a desintoxicação de drogas e álcool ou estiver em busca de ajuda, entre em contato conosco.

Dispomos de uma estrutura completa em todos estados do Brasil para esse tipo de tratamento e temos uma equipe de especialistas preparados para atender qualquer caso de dependência química.

Temos para dependentes químicos espalhadas por todo país e o tempo de internamento alterna de 2 a 3 meses, podendo ser parcial (só durante o dia) ou integral, onde a pessoa apenas sai de lá quando estiver totalmente recuperada.