O que é Internação Compulsória? | Jovens Livres

Seu contato é muito importante

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.


O que é Internação Compulsória?

A internação compulsória é um procedimento médico-legal onde um indivíduo é internado em uma instituição de saúde contra a sua vontade, com o objetivo de tratar problemas graves, como dependência química ou transtornos mentais, que colocam em risco a sua própria vida ou a de terceiros. Este tipo de internação é regulado por leis específicas e requer a autorização judicial.

Definição e Procedimentos

A internação compulsória é definida pela Lei nº 10.216, de 6 de abril de 2001, que dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental. Esse tipo de internação é recomendado quando outras alternativas de tratamento foram esgotadas e o paciente se recusa a buscar ajuda.

Procedimentos

  1. Avaliação Médica: Inicialmente, é necessário que um médico psiquiatra avalie o paciente e determine a necessidade de internação compulsória.
  2. Pedido Judicial: Com o laudo médico em mãos, é necessário solicitar uma ordem judicial para efetivar a internação.
  3. Autorização Judicial: Um juiz analisa o pedido e pode autorizar a internação, levando em consideração a proteção do paciente e de terceiros.
  4. Internação: Após a autorização, o paciente é internado na instituição de saúde, onde recebe tratamento especializado.

Quando e Como Solicitar a Internação Compulsória?

A internação compulsória deve ser solicitada quando o paciente apresenta comportamento de risco, recusando qualquer tipo de tratamento voluntário e colocando em perigo a sua vida ou a de outras pessoas. O processo envolve:

  • Laudo Médico: Emitido por um psiquiatra, comprovando a necessidade de internação.
  • Pedido Judicial: Feito por um familiar ou responsável legal, com o apoio do laudo médico.
  • Decisão Judicial: O juiz avalia o caso e pode deferir ou indeferir o pedido de internação compulsória.

Direitos dos Pacientes

Mesmo sendo uma medida compulsória, os pacientes têm direitos garantidos por lei, como:

  • Direito à Informação: O paciente e seus familiares devem ser informados sobre o estado de saúde e o tratamento proposto.
  • Direito à Dignidade: O tratamento deve ser realizado com respeito e dignidade, sem discriminação.
  • Direito à Revisão Periódica: A necessidade de manutenção da internação deve ser revista periodicamente.

Benefícios da Internação Compulsória

  • Tratamento Intensivo: Proporciona um ambiente controlado e seguro para o paciente receber tratamento intensivo e contínuo.
  • Proteção ao Paciente e à Sociedade: Evita que o paciente cause danos a si mesmo ou a terceiros.
  • Apoio Multidisciplinar: Envolve uma equipe de profissionais de diversas áreas para um tratamento integral.

Entre em Contato para Mais Informações

Se você conhece alguém que precisa de ajuda imediata e pode se beneficiar da internação compulsória, entre em contato conosco agora mesmo. Nossa equipe está pronta para oferecer todo o suporte necessário.

Clique aqui para atendimento imediato no WhatsApp ou ligue para 0800 591 7793.

Links Úteis:

A internação compulsória pode ser a solução necessária para garantir a segurança e a saúde de quem mais precisa. Não hesite em buscar ajuda. Estamos aqui para você.

Sumário
O que é Internação Compulsória? | Jovens Livres
Nome do Artigo
O que é Internação Compulsória? | Jovens Livres
Descrição
Saiba tudo sobre a internação compulsória, procedimentos, direitos dos pacientes e quando solicitar. Entre em contato para mais informações.
Autor
Nome do Redator
Clínicas Jovens Livres
Logo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
× Como posso te ajudar?